Notícias » Brasil

Covid-19: Estudo do Instituto Butantan promove vacinação em massa na população de Serrana, SP

“A ideia é vacinar o maior número de pessoas da população adulta", explicou Dimas Covas, diretor do Instituto

Redação Publicado em 07/02/2021, às 15h00 - Atualizado às 15h19

Imagem meramente ilustrativa de pessoa sendo vacinada
Imagem meramente ilustrativa de pessoa sendo vacinada - Divulgação/Pixabay

Com a vacinação nacional contra a Covid-19, muitas novidades instigantes foram anunciadas. A mais recente é um impressionante plano de vacinação em massa que será realizado em Serrana, São Paulo. As informações são do portal de notícias G1.

Através de um anúncio ao vivo nas redes sociais da Prefeitura, fora explicado que pessoas com mais de 18 anos poderão participar do estudo elaborado pelo Instituto Butantan, que contará com doses da CoronaVac.

“A ideia é vacinar o maior número de pessoas da população adulta. Nós estamos prevendo uma vacinação que pode chegar a 30 mil pessoas. E, com isso, a gente acompanha a evolução da epidemia. Tem aspectos técnicos que vão permitir fazer cálculos, fazer projeções, que vão calcular se a vacina é eficaz em diminuir a transmissão ou não, qual a porcentagem. Tem toda uma metodologia que vai permitir que isso seja feito”, disse Dimas Covas, atual diretor do Instituto.

O plano se deu após o Instituto constatar que 5% das pessoas que vivem em Serrana se mostraram ativas para o vírus. Além disso, um total de 10 mil pessoas se dirigem até a região para trabalhar, assim aumentando a possibilidade de disseminação do vírus.

“A primeira pergunta que queremos responder com esse estudo é: será que com essa vacina vamos realmente sair desta pandemia? Nós já sabemos que essa vacina é segura e eficaz, mas agora, quando pensamos no coletivo, na sociedade, será que nós vamos conter a pandemia com essa vacinação? Não estamos pensando em pessoas isoladas. Estamos pensando em comunidades. Para que esse estudo dê certo, a comunidade como um todo tem que participar”, explicou Ricardo Palácios, que é atualmente Diretor de pesquisa do Instituto Butantan.

Doses suficientes

Com 45.844 habitantes, Serrana terá vacinas suficientes para a população no dia 17 de fevereiro. Vale ressaltar que as doses aplicadas nesse plano de vacinação são exclusivas, assim garantindo que a distribuição realizada em outros locais do país não seja afetada.

Ricardo ressalta, inclusive, que a vacinação não é obrigatória. A cidade também será dividida através de 25 partes, totalizando quatro regiões, com diferentes cores. O Instituto também explica que apenas pessoas que moram em Serrana podem englobar a vacinação em massa.

“Quanto maior for a adesão da população nessa vacinação, maior será a contribuição que o município vai dar ao mundo. Esses resultados serão disponibilizado pelo mundo (...) É justamente essa vacinação em onda que permitem as comparações”, explicou Covas.


Confira o cronograma abaixo. 

1ª região (verde): 17 a 20 de fevereiro

2ª região (amarelo) : 24 a 27 de fevereiro

3ª região (cinza): 3 a 6 de março

4ª região (azul): 10 a 13 de março