Notícias » Idade Média

Crânio medieval, encontrado no Reino Unido, revela morte violenta

Encontrado em uma insólita igreja, a cabeça do esqueleto aponta que o indivíduo teve um fim trágico

Thiago Lincolins Publicado em 11/06/2019, às 14h00

None
Crédito: Universidade de Sheffield

Um crânio encontrado na Igreja da Santíssima Trindade, em Rothwell, no Reino Unido, revelou um fato surpreendente para os cientistas envolvidos na descoberta.

De acordo com os pesquisadores, o crânio - encontrado em uma das criptas funerárias da igreja - pertenceu a um homem que foi alvo de golpes violentos na cabeça, especificamente na testa, antes de ter o seu corpo jogado no túmulo.

A Igreja é conhecida por abrigar os restos de 2.500 pessoas, que viveram durante o século 13, em um insólito espaço apelidado de “salão dos ossos”. Para o atual estudo, os cientistas examinaram 5 crânios.

O "salão dos ossos" / Crédito: Universidade de Sheffield

 

"Nós escolhemos esses ossos para tentar corrigir algumas histórias, que sugerem que quando você encontra muitos restos de esqueletos é porque houve algum tipo de massacre", explicou Lizzy Craig-Atkins, cientista da Universidade de Sheffield, em entrevista à BBC.

Embora o local tenha sido descoberto no século 17, só agora que estudos estão sendo realizados para identificar o passado dessas pessoas. É possível que novas descobertas sejam reveladas no futuro.