Notícias » Brasil

"Desejo que vocês terminem no inferno", diz Abraham Weintraub a Drauzio Varella e Rede Globo

Após nota oficial do médico, o ministro da Educação manifestou indignação pelo espaço dado a prisioneira durante reportagem exibida no programa Fantástico

Wallacy Ferrari Publicado em 09/03/2020, às 12h16

Weintraub e Drauzio em montagem
Weintraub e Drauzio em montagem - Divulgação

Após a exibição de uma reportagem sobre detentas transexuais no Fantástico, da Rede Globo, o médico Drauzio Varella sofreu ataques do ministro da Educação Abraham Weintraub. O ministro afirma que Drauzio e Marinho, referindo-se a família Marinho, detentora da emissora, não sabem se posicionar no lugar das vítimas feitas pela acusada.

O comentário, feito por via da rede social Twitter, foi uma resposta a nota que o portal de Drauzio Varella compartilhou na noite de domingo, dia 8. A nota, lida durante o programa, endossa que Drauzio cumpriu com a ética de sua função ao amparar a presa e concluiu afirmando que “é medico, não juiz”.

Abraham se recusa a se referir a prisioneira transexual com o pronome feminino e a chama de “pedófilo” e “estuprador assassino”, afirmando que Drauzio e a Globo merecem a prisioneira. “Desejo que vocês terminem no inferno!”, encerra o ministro. Os termos foram associados a uma informação compartilhada em redes sociais, que não foram confirmadas, sobre a entrevistada.

A prisioneira Suzy foi entrevistada por Drauzio Varella em uma reportagem transmitida na noite de domingo, dia 1º de março. Durante a conversa, relatou os abusos carcerários, o isolamento de outras detentas e causou comoção nas redes sociais após afirmar que não recebe visitas há oito anos. O médico abraçou a detenta no encerramento da entrevista.


+Saiba mais sobre o tema por meio de grandes obras: 

Estação Carandiru, de Drauzio Varella (2005) - https://amzn.to/38ygO8r

Prisioneiras, de Drauzio Varella (2017) - https://amzn.to/2TRcMmw

Carcereiros, de Drauzio Varella (2012) - https://amzn.to/39NvqCg

Criminologia do preconceito - 1ª edição de 2017: Racismo e homofobia nas ciências criminais, de Evandro Piza Duarte (2017) - https://amzn.to/2PY5goQ

Homofobia - História e crítica de um preconceito, de Daniel Borrillo (2010) - https://amzn.to/2Q2DxmG

Vale lembrar que os preços e a quantidade disponível dos produtos condizem com os da data da publicação deste post. Além disso, assinantes Amazon Prime recebem os produtos com mais rapidez e frete grátis, e a revista Aventuras na História pode ganhar uma parcela das vendas ou outro tipo de compensação pelos links nesta página.