Notícias » Brasil

Eleições 2022: Novas urnas eletrônicas são apresentadas pelo TSE

O modelo conta com novidades

Wallacy Ferrari, sob supervisão de Thiago Lincolins Publicado em 14/12/2021, às 11h02

Foto de urnas enfileiradas durante apresentação
Foto de urnas enfileiradas durante apresentação - Abdias Pinheiro/SECOM/TSE

O presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), Luís Roberto Barroso, apresentou os novos modelos de urnas eletrônicas durante uma coletiva de imprensa promovida na última segunda-feira, 13, demonstrando as funcionalidades do aparelho que será testado durante as eleições de 2022.

O evento foi especialmente realizado em Manaus, visto que os componentes e a montagem das urnas são produzidos na capital amazonense, contando com a averiguação de representantes da Coordenadoria de Tecnologia Eleitoral (Cotel), órgão da Secretaria de Tecnologia da Informação do TSE.

As principais novidades apontaram o avanço tecnológico dos dispositivos, que agora possuem um processador 18 vezes mais rápido que as urnas anteriores e ainda contará com uma bateria que não precisará ser recarregada até o final da vida útil do aparelho.

Além disso, o terminal do mesário agora conta com uma tela gráfica e sensível ao toque, agilizando o processo de identificação dos eleitores. O Tribunal acrescentou que 577 mil urnas serão utilizadas na próxima eleição, tendo vida útil de 10 a 12 anos, ou seja, até seis ocasiões de eleições caso não haja plebiscitos públicos.

De acordo com a CNN Brasil,Barroso aproveitou o evento para enaltecer a segurança do aparelho: “É sempre bom lembrar que as urnas eletrônicas não entram em rede. O resultado das eleições são impossíveis de serem alterados”, afirmou o presidente do TSE.