Notícias » Crimes

Mãe de Eliza Samudio comenta caso de 'fantasia' em Manaus: 'É difícil ver sua filha retratada como lixo'

O ocorrido gerou diversas discussões nas redes sociais na última segunda-feira, 1

Pamela Malva Publicado em 04/11/2021, às 18h30

Fotografia do homem vestindo a polêmica 'fantasia
Fotografia do homem vestindo a polêmica 'fantasia - Divulgação/ @poraodoalemao

Na última segunda-feira, 1, um tatuador de manaus gerou polêmicas nas redes sociais ao se ‘fantasiar’ de goleiro Bruno, satirizando o assassinato de Eliza Samudio. Agora, a mãe da modelo, que foi morta em 2010, se posicionou, condenando a atitude.

“É difícil ver sua filha retratada como lixo”, afirmou Sônia Moura, em entrevista ao G1 Mato Grosso. A mulher faz referência ao saco de lixo usado pelo homem junto de sua ‘fantasia’, que consistia em uma camiseta do Flamengo com o nome Bruno nas costas e em um saco preto estampado com o nome de Eliza.

“Olha, triste, muito triste! Muito indignada pelo comportamento desse ser humano”, continuou Sônia, que hoje mora no Mato Grosso. “A pessoa foi infeliz. Não sei o que está acontecendo hoje com o ser humano, é terrível.”

Ainda em entrevista, Sônia contou como fez para revelar a notícia para Bruninho, filho de Eliza. “Eu consegui fazer com que ele não visse. Conversei e falei a respeito do que estava ocorrendo, até para preparar ele. Na escola pode haver comentários”, narrou.

Em resposta ao ocorrido no Porão do Alemão, uma casa de shows em Manaus, a advogada de Bruninho e Sônia, Mônica de Moura Castro, afirmou que já está providenciando as medidas jurídicas necessárias contra o ocorrido.

“Conversamos com o delegado de Manaus”, afirmou Mônica, que representa a família de Eliza na área de crimes digitais. “Nós vamos processar, não sei como pessoas fazem coisas como essa, mexem com uma dor profunda.”