Notícias » Brasil

Presidente do TSE fala sobre voto impresso: ‘Finalmente esse defunto foi enterrado’

A declaração de Luís Roberto Barroso aconteceu após cerimônia de abertura do código-fonte das urnas eletrônicas

Redação Publicado em 05/10/2021, às 10h01

Luís Roberto Barroso em entrevista
Luís Roberto Barroso em entrevista - Divulgação/Youtube/Roda Viva

Durante coletiva de imprensa realizada na última segunda-feira, 4, após a cerimônia  de abertura do código-fonte das urnas eletrônicas, o ministro Luís Roberto Barroso, presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), afirmou que a discussão sobre a volta do voto impresso no Brasil está encerrada. As informações são do g1.

"Tenho a impressão de que, depois que a Câmara votou, que o presidente do Senado disse que não reabriria a matéria e que o próprio presidente da República diz que confia no voto eletrônico, acho que finalmente esse defunto foi enterrado”, disse o ministro, no recente evento que marca o início do processo eleitoral de 2022.

Na ocasião, Barroso ainda reforçou que o sistema é confiável:

“O TSE teve a preocupação de esclarecer a parcela da população que tinha dúvidas acerca do sistema. Procuramos atuar didaticamente para dizer que uma causa que precise de ódio e teoria conspiratória não é uma causa boa”.

Sabe-se que a discussão surgiu há alguns meses, após o presidente do Brasil,Jair Bolsonaro (sem partido) defender a volta da impressão do voto. O governante atacou o sistema de voto eletrônico e proferiu ameaças ao processo eleitoral que será realizado no ano que vem.

Contudo, no mês de agosto, a Câmara já havia rejeitado e arquivado a proposta de emenda à Constituição (PEC) que pedia pela volta da impressão de votos.