Notícias » Brasil

Em carta enviada para vizinhos, jovem de 14 anos relata que é agredido pelo pai por ser gay

O caso aconteceu em Goiás, o suspeito nega as acusações

Redação Publicado em 07/05/2021, às 13h33

Carta escrita por adolescente de Jataí
Carta escrita por adolescente de Jataí - Divulgação/TV Anhanguera

De acordo com informações publicadas nesta sexta-feira, 7, pelo portal de notícias G1, um adolescente de 14 anos, morador do município de Jataí, em Goiás, escreveu uma carta para seus vizinhos a fim de relatar agressões cometidas contra ele por seu pai. Em seu pedido de socorro, o menino revela que a violência é motivada pelo preconceito do pai, que não aceita sua homossexualidade.

“Já sentiu a sensação de que você não presta para ninguém? Estou sentindo isso. Está doendo muito aqui dentro. Me ajuda, por favor. Não aguento mais. Estou no maior desespero da minha vida”, escreveu o jovem, que não teve a identidade revelada.

Segundo revelado na publicação, após receberem a carta, os moradores ficaram atentos à situação do adolescente e conseguiram gravar um áudio do momento em que o menino é agredido pelo pai. A gravação foi enviada para a Polícia Civil, que assumiu o caso.

De acordo com a investigadora responsável, as autoridades foram até o local da denúncia e encontraram o menino com escoriações pelo corpo. O suspeito foi levado para a delegacia. Segundo o G1, no áudio, é possível ouvir o homem ameaçar o próprio filho:

“Eu estou cansado de te falar. Eu já não falei para você mudar? Você tem que mudar, você sabe por quê? Porque se você não mudar, eu te mato, eu te arrebento”.

As autoridades seguem investigando o caso, o pai pode responder por lesão corporal, ameaça e violência doméstica. Contudo, após assinar um Termo Circunstanciado de Ocorrência (TCO) ele foi liberado. O homem nega que as agressões tenham acontecido em decorrência da orientação sexual do garoto.

O menino, por sua vez, foi levado para a casa de uma tia e de acordo com a reportagem, terá acompanhamento psicológico.