Notícias » Família Real Britânica

Em mensagem de vídeo, príncipe Charles lamenta morte do pai, Philip: "Estou profundamente triste"

O monarca gravou uma mensagem direcionada a comunidade muçulmana pelo fim do período de Ramadã

Redação Publicado em 11/05/2021, às 15h19

Charles cabisbaixo lamenta a morte do pai
Charles cabisbaixo lamenta a morte do pai - Divulgação / NazLegacyFoundation

O príncipe Charles fez questão de prestar uma homenagem ao pai recém-falecido, príncipe Philip, durante uma mensagem de vídeo feita para parabenizar a passagem do Ramadã, acrescentando que, assim como muitas famílias no mundo, "terá uma cadeira vazia na mesa de jantar", como informa o Daily Mail.

O monarca fez uma referência a crise sanitária mundial causada pelo novo coronavírus ao direcionar uma mensagem aos religiosos após o período de jejum comunitário: ”Sei que o último ano foi profundamente desafiador para todos nós, e estou perfeitamente ciente do impacto da pandemia na comunidade muçulmana”.

Por fim, ainda lamentou o fato e solicitou força para enfrentar a crise: “Só posso dizer como estou profundamente triste por esta situação trágica e como meu coração se compadece por todos aqueles que perderam seus entes queridos”, disse Charles na gravação, publicada no Twitter da NazLegacyFoundation.

Sobre Philip

Nascido em 10 de junho de 1921, o Príncipe Philip da Grécia e da Dinamarca, teve uma infância errante e conturbada, na juventude, ele descobriu sua vocação quando entrou para a Marinha britânica.

O homem se casou com a então princesa Elizabeth em 1947, na ocasião, continuou seu trabalho como militar, mas, renunciou ao cargo após a esposa assumir o trono britânico, em 1952. O relacionamento rendeu quatro filhos: Charles, Anne, Andrew e Edward. Philip tinha oito netos e iria completar 100 anos em junho.

Segundo informações do jornal The Telegraph, a causa da morte do príncipe Philip foi velhice. O britânico morreu no dia 9 de abril, aos 99 anos de idade e foi enterrado oito dias depois, em um sábado.