Notícias » Política

Em São Paulo, ex-presidente Dilma será submetida a cirurgia no coração

Condição de Rousseff pode atingir até 30% da população; entenda!

Fabio Previdelli Publicado em 31/08/2021, às 16h27

A ex-presidente Dilma Rousseff
A ex-presidente Dilma Rousseff - Getty Images

Na noite de ontem, 30, a ex-presidente Dilma Rousseff chegou em São Paulo, onde será submetida nos próximos dias a um procedimento cirúrgico no coração.

As informações apuradas pelo G1, e confirmadas pela assessoria de imprensa de Dilma, dão conta de que ela será internada amanhã, 1, no Hospital Sírio-Libanês.  

A ex-presidente chegou a ser levada até um hospital em Porto Alegre, Rio Grande do Sul, onde reside, após ter um mal-estar, há cerca de três meses, quando participava de uma reunião virtual.  

No entanto, ela recebeu alta um dia depois, com o hospital informando que Rousseff estava com um bom estado de saúde. Na época, sua assessoria não comentou mais detalhes sobre o caso. 

De acordo com informações da TV Globo, a ex-presidente possui um problema chamado forame oval patente, uma estrutura anatômica no septo interatrial que divide o átrio direito do esquerdo — o que é comum em cerca de 30% da população. 

A pequena abertura pode ocasionar diversos problemas, como provocar um AVC. A assessoria de Dilma relatou ao G1 que Rousseff passará por um cateterismo e de um procedimento para o fechamento do forame.