Notícias » Egito Antigo

Escavação no Egito revela esfinge em miniatura

Pequisa da Missão Arqueológica Egípcia revelou a curiosa peça próximo à província de Minya, no Alto Egito

André Nogueira Publicado em 19/12/2019, às 10h00 - Atualizado às 11h12

Pequena estátua real em forma de esfinge encontrada no Egito
Pequena estátua real em forma de esfinge encontrada no Egito - Ministério de Antiguidades do Egito

Arqueólogos da Missão Egípcia encontraram uma pequena esfinge na zona arqueológica de Tuna El-Gebel, em Minya. A estátua de calcário possui 35 cm de altura por 55 cm de largura, segundo Gamal El-Samastawy, diretor-geral de Antiguidades do país.

A descoberta é creditada pelo chefe da escavação, Sayed Abdel-Malek. A prospecção do campo também revelou uma série de amuletos antigos e olarias diversas na região.

A escavação é um marco na arqueologia egípcia. Isso porque o sítio é potencialmente rico, mas foi pouquíssimo explorado. Camadas de terra vão do Antigo Egito à Idade Média.

Tumba de Petosiris em Mallawi, Minya / Crédito: Wikimedia Commons

 

O Tuna El-Gebel foi uma necrópole conhecida como Khmun e é origem de diversos artefatos relevantes e monumentais que abriram espaço para as novas escavações, como as Estelas de Fronteira de Akhenaton, catacumbas de animais e tumbas de sacerdotes como Petosiris e Isadora.

O local ganhou fama por conta dos vestígios de sepultamentos, o que o transformou também em ponto turístico relevante. Hoje, a cidade possui 20.000 habitantes, moradores da beira do Rio Nilo.