Notícias » Coronavírus

Espanha quer tratar Covid como doença endêmica

Especialistas consideram que ainda é cedo para a decisão

Redação Publicado em 20/01/2022, às 09h58

Pessoas no aeroporto de Madrid
Pessoas no aeroporto de Madrid - Getty Images

O governo espanhol planeja classificar a Covid-19 como uma doença endêmica, o que significa que ela estará sempre presente, assim como a gripe comum.

O país, que tem 90,5% de sua população acima dos 12 anos vacinada, tem enfatizado sua posição sobre o tema. No entanto, a OMS e diversos especialistas consideram a decisão prematura.

A Espanha "trabalha com a comunidade científica" para, quando for o momento, "passar da gestão da pandemia para a gestão de uma doença que esperamos que a ciência possa tornar endêmica", disse o presidente Pedro Sánchez, durante coletiva de imprensa.

De acordo com informações da France Presse, apesar da variante ômicron ter feito com que o número de casos da Covid-19 disparasse, ela não causou tantas mortes e internações como outras cepas. 

Entretanto, para o diretor-geral da OMS, Tedros Adhanom Ghebreyesus, a pandemia "está longe de terminar" e "é provável que surjam novas variantes".

Além disso, o diretor de emergências da OMS, Michael Ryan, ressaltou na última terça-feira que "endêmico por si só não significa que seja bom; endêmico significa apenas que está aqui para sempre".