Notícias » Arqueologia

Esqueletos de ao menos 500 anos são descobertos em quintal de residência na Escócia

As ossadas foram encontradas depois que o proprietário começou a cavar para montar um galpão de bicicletas pros filhos dele

Vanessa Centamori Publicado em 03/08/2020, às 11h47

Shetland, na Escócia, onde as ossadas foram encontradas
Shetland, na Escócia, onde as ossadas foram encontradas - Creative Commons

Em Shetland, na Escócia, 26 esqueletos de pelo menos 500 anos foram descobertos depois que um proprietário começou a cavar o quintal de casa para a construção de um balcão de bicicletas para os seus filhos. As informações são do portal de notícias Scotsman

Segundo a publicação, Val Turner, arqueólogo do Shetland Amenity Trust, contou que as ossadas podem lançar "uma nova luz" sobre a vida em Shetland há centenas de anos. Mais precisamente, nos dão pistas sobre a população dos séculos 14 ou 15.

"Supõe-se em Shetland que muitas pessoas eram vikings, portanto, será interessante ver se esse é o caso desses esqueletos ou se é mais uma imagem mista", comentou o especialista.  

De acordo com os pesquisadores, os ossos estavam em um terreno relativamente raso — algo incomum na região, dadas as condições do solo de fácil decomposição. Acredita-se que os restos humanos foram abandonados em uma área que era uma vila na Idade do Ferro