Facebook Aventuras na HistóriaTwitter Aventuras na HistóriaInstagram Aventuras na HistóriaSpotify Aventuras na História
Notícias / Arqueologia

Os esqueletos de quase 300 soldados indianos mortos na Revolta de 1857

Escavações revelaram vestígios importantes da Revolta dos Cipaios; veja as fotos!

Redação Publicado em 16/05/2022, às 11h57 - Atualizado em 22/05/2022, às 06h00

Rebelião Indiana de 1857 pintada por artista da época - Granger / Fine Arts America via Wikimedia Commons
Rebelião Indiana de 1857 pintada por artista da época - Granger / Fine Arts America via Wikimedia Commons

Arqueólogos descobriram 282 esqueletos de soldados indianos que lutaram na Revolta Indiana de 1857, em que a Índia decidiu se manifestar contra a ocupação britânica por meio de levantes armados.

A descoberta dos restos mortais aconteceu durante escavações na cidade de Amritsar, estado do Punjab, ao noroeste do país, e divulgadas pelo professor assistente do Departamento de Antropologia da Universidade de Punjab, J.S. Sehrawat.

"Esses esqueletos pertencem a 282 soldados indianos mortos durante a primeira luta de liberdade da Índia contra os britânicos em 1857. Eles foram escavados de um poço encontrado embaixo de uma estrutura religiosa em Ajnala, perto de Amritsar, no Punjab", explicou.

A revolta

Segundo o pesquisador, os soldados teriam se revoltado em decorrência do uso de gordura animal de vaca e porco para a impermeabilização dos cartuchos dos fuzis, o que iria contra a religião local. Os militares indianos estariam sendo obrigados pelos britânicos a usarem as armas dessa forma.

"Esses soldados estavam se revoltando contra o uso de cartuchos de carne suína e bovina, sugere um estudo. Moedas, medalhas, estudo de DNA, análise elementar, datação antropológica, radiocarbono, tudo aponta para o mesmo", completou Sehrawat à agência de notícias ANI.