Notícias » Brasil

Estudo afirma que Brasil foi o país com maior queda do mundo no direito à liberdade de expressão

O relatório publicado pela ONG Artigo 19 trouxe notícias preocupantes não apenas para o Brasil, mas também para o mundo

Ingredi Brunato Publicado em 19/10/2020, às 18h42

Fotografia meramente ilustrativa de uma manifestação.
Fotografia meramente ilustrativa de uma manifestação. - Wikimedia Commons

Em um relatório publicado recentemente pela ONG Artigo 19, que analisou 161 países, Brasil foi o que sofreu a maior queda do mundo nos indicadores de liberdade de expressão. Inclusive, comparando o ranking de 2009 e de 2020, é possível ver também que nosso país saiu da classificação de “aberto” para a de “restrito” em relação à essa liberdade

“A pandemia de 2020 fez do Brasil um exemplo extremo de como líderes autoritários e restrições à liberdade de expressão, combinados com desinformação, representam um alto risco para a saúde pública”, afirmou o relatório.

O problema da liberdade de expressão, todavia, não seria somente uma questão nacional. Segundo a Artigo 19, o mundo todo teve o pior resultado em 20 anos, com 51% da população mundial está vivendo em países onde o direito à liberdade de expressão está em crise. 

A organização, que é voltada para os direitos humanos, também ofereceu soluções para o problema: “No Brasil e no mundo, é preciso garantir um ambiente de trabalho seguro para jornalistas, livre de ataques à organizações da sociedade civil e em que a população não encontre barreiras de acesso à informação pública e a uma internet livre de violações de direitos humanos”, escreveu Denise Dourado Dora, diretora-executiva da Artigo 19.