Notícias » Arqueologia

Estudo estabelece idade de uma das mais curiosas figuras da História

O desenho enigmático tem 66 metros de comprimento, podendo ser visto somente de cima

Ingredi Brunato, sob supervisão de Thiago Lincolins Publicado em 13/05/2021, às 15h33

Fotografia aérea do desenho antigo
Fotografia aérea do desenho antigo - Divulgação / National Trust

Nesta quinta-feira, 13, o Smithsonian Magazine divulgou uma descoberta recente relativa a um dos mais impressionantes desenhos gravados em colinas da Inglaterra, que é o “gigante de Cerne Abbas”, como é conhecido, e fica localizado no condado de Dorset. 

Os pesquisadores do National Trust (que cuida do local histórico) recolheram amostras das trincheiras cobertas de areia clara que formam o traçado do desenho de 66 metros de comprimento, conseguindo assim datar a figura do período entre os anos de 700 e 1100, o que difere de todas as conjecturas feitas anteriormente pela comunidade científica. 

“Não era o que se esperava. Muitos arqueólogos e historiadores pensaram que ele era pré-histórico ou pós-medieval, mas não medieval. Todo mundo estava errado, e isso torna esses resultados ainda mais emocionantes”, comentou o especialista Mike Allen, que participou do estudo, através de um comunicado repercutido pelo Smithsonian. 

Fotografia dos cientistas fazendo a coleta de amostras / Crédito: Divulgação/ National Trust 

 

A despeito da descoberta recente, muitos aspectos do gigante de Cerne Abbas, que é o desenho de um homem nu com o pênis ereto e segurando um bastão, algo que apenas pode ser visto do alto (por exemplo de uma outra colina próxima, uma vez que os antigos não tinham aviões, helicópteros ou drones), prosseguem sendo um mistério. 

De acordo com uma reportagem da BBC, todavia, uma especulação é que os primeiros povos britânicos acreditavam que a figura desenhada poderia ajudar na fertilidade de casais que fossem até ela.

Sobre arqueologia

Descobertas arqueológicas milenares sempre impressionam, pois, além de revelar objetos inestimáveis, elas também, de certa forma, nos ensinam sobre como tal sociedade estudada se desenvolveu e se consolidou ao longo da história. 

Sem dúvida nenhuma, uma das que mais chamam a atenção ainda hoje é a dos egípcios antigos. Permeados por crendices em supostas maldições e pela completa admiração em grandes figuras como Cleópatra e Tutancâmon, o Egito gera curiosidade por ser berço de uma das civilizações que foram uma das bases da história humana e, principalmente, pelos diversos achados de pesquisadores e arqueólogos nas últimas décadas.