Busca
Facebook Aventuras na HistóriaTwitter Aventuras na HistóriaInstagram Aventuras na HistóriaYoutube Aventuras na HistóriaTiktok Aventuras na HistóriaSpotify Aventuras na História
Notícias / Contrabando

EUA: Mulher é condenada por tentar despachar animais marinhos no aeroporto

Cavalos-marinhos e pepinos-do-mar, rotulados “barriga de peixe” pela acusada, também foram enviados do Brasil, com destino à Florida

Redação Publicado em 18/12/2023, às 16h22

WhatsAppFacebookTwitterFlipboardGmail
Imagem ilustrativa de malas em um aeroporto - Reprodução/Pixabay/Stela Di
Imagem ilustrativa de malas em um aeroporto - Reprodução/Pixabay/Stela Di

Nos Estados Unidos, uma mulher foi condenada a prisão por contrabando de cavalos-marinhos, barbatanas de tubarão e pepinos-do-mar, além da tentativa de contrabandear ginseng americano, uma erva medicinal que possui efeitos anti-inflamatórios e antidepressivos. Um dos pacotes enviados pela chinesa Xiao Pingping, de 38 anos, foi despachado do Brasil para a Flórida. 

Segundo as autoridades americanas, a etiqueta da encomenda dizia "barriga de peixe", mas, na verdade, haviam 435 pepinos-do-mar, 33 cavalos-marinhos e 16 barbatanas de tubarão no pacote, segundo o site de notícias O Globo. 

Por serem considerados animais silvestres, itens como estes devem ser declarados ao Departamento de Pesca e Vida Selvagem dos Estados Unidos antes do envio. Já o ginseng americano, de nome científico Panax quinquefolius, é tido como uma planta protegida pela Convenção sobre o Comércio Internacional de Espécies Ameaçadas de Fauna e Flora Selvagens (CITES). A mulher de origem chinesa foi sentenciada a um mês de prisão. 

Tentativas de contrabando

No último dia 19 de novembro, a bagagem da acusada passou por um exame de raio-x durante uma viagem entre a Nicarágua e o estado americano da Flórida, o que revelou os itens que ela pretendia transportar ilegalmente. Neste dia, foram encontrados 11 pepinos-do-mar em sua bolsa, que a chinesa alegava ser "barriga de peixe". 

Menos de uma semana depois, no dia 24 do mês passado, ela tentou realizar o mesmo trajeto. Durante a revista, os policiais da fronteira encontraram quatro caixas e nove sacolas com ginseng americano.

Após uma investigação realizada pelo Escritório de Aplicação da Lei do Departamento de Pesca e Vida Selvagem dos Estados Unidos, em parceria com Investigações de Segurança Interna e Alfândega e Proteção de Fronteiras, Xiao Pingping foi condenada a um mês de prisão pelas tentativas de contrabando

Receba o melhor do nosso conteúdo em seu e-mail

Cadastre-se, é grátis!