Busca
Facebook Aventuras na HistóriaTwitter Aventuras na HistóriaInstagram Aventuras na HistóriaYoutube Aventuras na HistóriaTiktok Aventuras na HistóriaSpotify Aventuras na História
Notícias / Crimes

Fã de true crime que matou mulher 'por curiosidade' recebe prisão perpétua

A sul-coreana planejou o assassinato após ficar obcecada por livros, seriados e podcasts de true crime, isso é que, que descrevem crimes reais

Redação Publicado em 27/11/2023, às 10h28

WhatsAppFacebookTwitterFlipboardGmail
Fotografia da jovem assassina - Divulgação/ Polícia de Busnan
Fotografia da jovem assassina - Divulgação/ Polícia de Busnan

Jung Yoo-jung, de 23 anos, foi condenada na última sexta-feira, 24, à prisão perpétua devido ao assassinato premeditado de uma mulher que conheceu online. A jovem sul-coreana realizou o crime para 'ver como era' a sensação de cometer um homicídio, conforme afirmou a polícia da Coreia do Sul.

Outro detalhe importante do caso é que Yoo-jung era obcecada por produções do gênero true crime, isso é, que falam sobre crimes reais. Após muito consumir o conteúdo, ela decidiu que queria viver experiências relacionadas ao assunto em sua vida real. 

Descobriu-se que Jung premeditou o crime motivado pelo desejo de matar alguém depois que ela ficou obcecada por assassinatos em programas de TV e livros", explicou um porta-voz dos investigadores, segundo repercutiu a revista People. 

O homicídio 

A jovem criminosa entrou em um aplicativo destinado a contratar professores para aulas particulares, fingindo ser a mãe de uma aluna com dificuldades na escola. Ela contatou cerca de 54 tutores antes de encontrar a mulher de 26 anos que se tornaria sua vítima. 

Jung Yoo-jung então marcou uma aula, e foi vestida com um uniforme escolar. Devido à sua aparência juvenil e baixa estatura, conseguiu se passar por uma estudante de ensino médio. 

Depois de conseguir entrar na residência da professora, a assassinou a facadas e desmembrou seu corpo. A fim de se livrar das partes da vítima, a sul-coreana pegou um táxi até a floresta transportando caixas com o cadáver. 

Foi graças ao taxista, que denunciou a cliente de comportamento suspeito às autoridades, que Yoo-jung foi capturada. 

Receba o melhor do nosso conteúdo em seu e-mail

Cadastre-se, é grátis!