Notícias » Itália

Freio de teleférico falha e deixa 14 mortos na Itália

O bonde caiu a 300 metros do topo e apenas uma criança, de 5 anos, sobreviveu em estado grave

Wallacy Ferrari, sob supervisão de Thiago Lincolins Publicado em 24/05/2021, às 09h19

Imagem da cabine destruída após a queda
Imagem da cabine destruída após a queda - Divulgação / Twitter / emergenzavvf

Um teleférico localizado no Monte Marone, que dá vista ao Lago Maggiore na Itália, caiu abruptamente na manhã do último domingo, 23, após uma falha nos freios que resultou no rompimento do cabo de sustentação, como identificou a investigação inicial divulgada pelo portal UOL.

Agora, a Procuradoria de Verbânica abriu um inquérito de homicídio culposo múltiplo pelo acidente que vitimou fatalmente 14 das 15 pessoas que estavam a bordo dos assentos suspensos. O único sobrevivente é uma das duas crianças que estavam no bonde, internado em estado grave em uma Unidade de Terapia Intensiva (UTI) em Turim.

O portal G1 acrescentou que relatos de socorristas apontam que a queda ocorreu a cerca de 300 metros do topo do monte, que tem 1,49 km de altura. Meses antes, o serviço de locomoção e turismo esteve fechado em decorrência da crise sanitária causada pelo novo coronavírus.

Na manhã desta segunda-feira, o ministro da Infraestrutura e dos Transportes, Enrico Giovannini, visitou o local e se lamentou o episódio: "É um dia triste para o país. O governo e todas as instituições estão empenhadas em descobrir as causas, em entender o que aconteceu. E, ao mesmo tempo, fornecer assistência às famílias atingidas pela tragédia", concluiu.