Busca
Facebook Aventuras na HistóriaTwitter Aventuras na HistóriaInstagram Aventuras na HistóriaYoutube Aventuras na HistóriaTiktok Aventuras na HistóriaSpotify Aventuras na História
Notícias / Mega da Virada

Ganhador da Mega-Sena consegue direito a receber prêmio após furto de bilhete

Um dos ganhadores da Mega da Virada de 2022 conseguiu na Justiça o direito a receber o prêmio, depois de ter tido seu bilhete furtado

por Giovanna Gomes

ggomes@caras.com.br

Publicado em 08/12/2023, às 07h49

WhatsAppFacebookTwitterFlipboardGmail
Imagem ilustrativa - Imagem de Paulo Diniz por Pixabay
Imagem ilustrativa - Imagem de Paulo Diniz por Pixabay

Um dos vencedores do sorteio da Mega da Virada de 2022 obteve, por meio do sistema judicial, o direito de receber o prêmio, mesmo após ter tido seu bilhete furtado um dia antes do sorteio. O processo relata que o criminoso subtraiu o comprovante, juntamente com outros pertences do ganhador, residente em Florianópolis.

A sentença, datada de 4 de dezembro, está sujeita a recurso e tramitou na 6ª Vara da Justiça Federal da capital catarinense. Segundo o portal de notícias G1, o montante a ser concedido ao apostador totaliza R$ 11.420,27, correspondente à cota de um bolão com 20 números que acertou a quina da Mega da Virada, a qual distribuiu mais de R$ 500 milhões em 2022.

Provas apresentadas

Segundo os registros do processo, o bilhete foi adquirido em 28 de dezembro do ano anterior. De acordo com a fonte, o ganhador apresentou à Justiça os recibos de pagamento, incluindo os de outras apostas.

O furto ocorreu em 30 de dezembro e foi formalizado em um boletim de ocorrência, mas, a inicialmente, a Caixa rejeitou o pagamento, alegando que só seria possível mediante decisão judicial.

O juiz Marcelo Krás Borges, na decisão, afirmou: "Considerando os documentos apresentados em autos, fica demonstrado que o autor detinha posse do bilhete premiado até o dia do furto, sendo suficiente para a comprovação da condição de ganhador."

O magistrado também referenciou precedentes que autorizam o pagamento em situações semelhantes, desde que haja evidências comprovativas.

Receba o melhor do nosso conteúdo em seu e-mail

Cadastre-se, é grátis!