Notícias » Reino Unido

Governo britânico pede desculpas para rainha Elizabeth II

Na véspera do funeral do príncipe Philip, funcionários do gabinete de Boris Johnson fizeram festas clandestinas

Penélope Coelho Publicado em 14/01/2022, às 12h00

Rainha Elizabeth II e Boris Johnson
Rainha Elizabeth II e Boris Johnson - Getty Images

Após envolvimento em um novo escândalo a respeito de festas realizadas em meio à pandemia de Covid-19, o gabinete do primeiro-ministro britânico, Boris Johnson, emitiu um pedido de desculpas à rainha Elizabeth II.

Tudo aconteceu após a imprensa inglesa revelar que em abril de 2021, um grupo de funcionários do governo não cumpriu as regras de confinamento impostas na época, realizando duas festas na véspera do funeral do marido na monarca, príncipe Philip.

De acordo com informações publicadas nesta sexta-feira, 14, pelo jornal Folha de São Paulo, a festa dos funcionários do gabinete  teria sido regada a álcool e música.

Naquele período, além das medidas de contenção em meio à pandemia, com o lockdown, o Reino Unido também estava de luto oficial, pela morte do duque de Edimburgo, em 9 abril de 2021, aos 99 anos.

Em nota, um porta-voz do político informou que um pedido de desculpas foi enviado ao Palácio de Buckingham:

"É profundamente lamentável que isso tenha acontecido em um momento de luto nacional e o número 10 [referência à residência oficial do primeiro-ministro] pediu desculpas ao Palácio", disse um representante de Boris.