Notícias » Arqueologia

Grande cruz de origem ainda desconhecida é encontrada no Paquistão

Os pesquisadores acreditam que antigo artefato tenha cerca de 1.200 anos e pese aproximadamente 3 toneladas

Penélope Coelho Publicado em 30/06/2020, às 12h00

Cruz encontrada no Paquistão
Cruz encontrada no Paquistão - Divulgação/Pamir Times

Durante buscas no início do mês de junho, pesquisadores da Universidade do Baltistão, fizeram uma descoberta sem precedentes no norte do Paquistão: uma enorme e misteriosa cruz de pedra de mármore.

O item chamou a atenção pelo seu tamanho: 2 metros de comprimento e um metro de largura, pesando entre 3 e 4 toneladas. A cruz estava em uma área montanhosa de Skardu e já tinha sido avistada por moradores locais — que não haviam mexido na peça anteriormente, devido ao seu peso.

De acordo com os pesquisadores, esse grande objeto pode ajudar a entender um pouco mais sobre o desenvolvimento do cristianismo naquela região, já que hoje em dia não existem registros da presença dessa religião no local. 

Imagem aproximada da cruz / Divulgação/Pamir Times

 

Entretanto, alguns especialistas encontraram referências de uma arte budista no artefato e trabalham com a possibilidade de que a cruz tenha sido feita por budistas que se converteram ao cristianismo.

Depois de pesquisas através da datação de carbono, os pesquisadores chegaram à conclusão de que a cruz tenha aproximadamente 900 e 1.200 anos. O intuito dos cientistas agora é que universidades da Europa e América do Norte ajudem na pesquisa para entender a origem do objeto e a sua exata datação, a fim de que o mistério finalmente seja resolvido.