Busca
Facebook Aventuras na HistóriaTwitter Aventuras na HistóriaInstagram Aventuras na HistóriaYoutube Aventuras na HistóriaTiktok Aventuras na HistóriaSpotify Aventuras na História
Notícias / Guru

Guru conhecido como ‘Buddha Boy’ é preso acusado de estupro no Nepal

Ram Bahadur Bomjan ficou conhecido quando ainda era adolescente por ter meditado por meses sem comida e água, de maneira imóvel

Isabelly de Lima Publicado em 10/01/2024, às 12h46

WhatsAppFacebookTwitterFlipboardGmail
O guru conhecido como 'Buddha Boy' - Reprodução / vídeo / Youtube / Bodhi Shrawan Dharma Sangha
O guru conhecido como 'Buddha Boy' - Reprodução / vídeo / Youtube / Bodhi Shrawan Dharma Sangha

Nesta quarta-feira, 10, a polícia do Nepal anunciou a prisão de Ram Bahadur Bomjan, também conhecido como "Buddha Boy", um guru de 33 anos cujos seguidores acreditam ser uma reencarnação de Buda. Ele estava sendo procurado por acusações graves de estupro e sequestro.

Bomjan ganhou notoriedade na adolescência ao alegadamente meditar por meses, permanecendo imóvel, sem a necessidade de água, comida ou sono, segundo seus seguidores. No entanto, ao longo do tempo, ele enfrentou acusações antigas de agressão física e sexual contra seus seguidores.

Segundo as autoridades, via O Globo, o guru teria sido detido em Katmandu, sob um mandado de prisão que teria sido emitido pelo estupro de uma menor de idade no distrito de Sarlahi, ao sul da capital.

Itens encontrados

Durante a detenção, foram encontrados 30 milhões de rúpias nepalesas, aproximadamente 219 mil dólares ou 1 milhão de reais na cotação atual, além de moeda estrangeira. As acusações contra ele remontam a uma década, e incluem denúncias de violência física e, em 2018, uma freira de 18 anos o acusou de estupro em um mosteiro.

O chefe da polícia criminal, Dinesh Acharya, informou que investigações anteriores sobre o guru e desaparecimentos de fiéis não resultaram em conclusões até o momento.

Receba o melhor do nosso conteúdo em seu e-mail

Cadastre-se, é grátis!