Notícias » Israel

Facebook suspende robô de página de Primeiro Ministro de Israel após discursos de ódio

O nome de Binyamin Netanyahu já esteve envolvido em escândalos como esse. Em 2018, seu filho teve sua conta na rede social suspensa por propagar mensagens de ódio contra muçulmanos e palestinos

Victória Gearini Publicado em 13/09/2019, às 15h00 - Atualizado às 17h30

None
Reprodução

Nesta quinta-feira, 12, o primeiro ministro de Israel, Binyamin Netanyahu, teve sua conta do Facebook investigada. De acordo com o comunicado oficial da rede social, o robô que opera a página estaria propagando discurso de ódio e por isso foi temporariamente suspenso da plataforma.

Conhecido como chatbot, o software simularia conversas humanas e se passaria por perfis reais. Esta ferramenta foi muito utilizada na campanha de Binyamin Netanyahu e chegou a publicar mensagens dizendo que políticos árabes israelenses tem o intuito de destruir a humanidade. 

A mensagem afirma que políticos de esquerda estariam armando um plano que viabilizaria um Irã com armas nucleares capazes de exterminar a raça humana. Além disso, a mensagem também convoca os apoiadores do primeiro ministro a evitarem essa suposta ameaça no dia das próximas eleições. 

Binyamin Netanyahu, é conhecido por ter o hábito de atacar seus opositores, principalmente de partidos árabes.  O primeiro ministro declarou ainda que gostaria que fossem implementadas câmeras de suguranças nas salas de votações, para evitar fraudes eleitorais. 

Crédito: Reprodução

 

Em um comunicado oficial, o Facebook afirmou que o robô estaria suspenso por 24 horas, mas a página do premiê continuaria funcionando. A plataforma informou ainda que investigou de forma minuciosa e indentificou violação das diretrizes da comunidade, por meio de discursos de ódio. "Caso haja outras violações, continuaremos a tomar as medidas necessárias.", disse.

O primeiro ministro se pronunciou alegando não saber da veracidade dos fatos e responsabilizou um membro de sua equipe por publicar o conteúdo. "Nem tudo na página da minha campanha é editado por mim.", disse em entrevista para uma rádio local.