Notícias » EUA

Homem escala prédio de 61 andares em protesto contra o aborto, nos EUA

O caso ocorreu na cidade de São Francisco, na Califórnia

Redação Publicado em 04/05/2022, às 10h57

Homem escalou prédio de 61 andares
Homem escalou prédio de 61 andares - Divulgação / San Francisco Fire Department

Um homem foi preso em São Francisco, no estado americano da Califórnia, depois de escalar um prédio de 61 andares em um protesto contra o aborto. O edifício em questão, o Salesforce Tower, é um arranha-céu de 326 metros de altura.

"Esta pessoa colocou a vida dos bombeiros e a segurança do público em risco. Evitem a área e condenem essa ação", declarou o Corpo de Bombeiros de São Francisco em publicação nas redes sociais. Mais de uma hora depois, o mesmo perfil afirmou que o "incidente estava resolvido" e que o indivíduo havia sido detido.

Segundo informações do portal de notícias UOL, o homem deu início à escalada por volta das 9h21 e chegou ao topo do prédio às 10h45, no horário local. Conforme declarou o policial Robert Rueca ao canal KPIX , o manifestante teria sido preso "pelo menos" pelo crime de invasão de propriedade.

Motivo do protesto

Em seu perfil nas redes sociais, o norte-americano que se identifica como "Pro-life Spiderman" ("Homem aranha pró-vida", em português), explicou que escalou o edifício em protesto para chamar atenção sobre o caso de um médico de Washington.

"O objeto dessa missão pacífica é espalhar a palavra e prender o Dr. Santangelo. Essa missão é simples: destruir o que há de mal e proteger os inocentes", escreveu o homem, quem afirmou que o profissional teria praticado "aborto tardio" em cinco fetos. Alguns deles teriam sobrevivido e "abandonados para morrer".

No mês passado, assistente executivo do chefe da polícia de Washington DC, Ashan Benedict, afirmou, durante coletiva de imprensa, que os fetos foram "abortados de acordo com a lei" da capital.