Notícias » Segunda Guerra

Imagens inéditas revelam o desprezo dos nazistas dentro do campo de extermínio de Sobibor

Imagens entregues por neto de ex-oficial da SS apresentam os lugares que pessoas com deficiência eram assassinadas; o consumo de bebidas alcoólicas por nazistas e o notório guarda John Demjanjuk

Fabio Previdelli Publicado em 30/01/2020, às 12h01

Um portal de Sobibor com uma placa escrita 'SS Sonderkommando'
Um portal de Sobibor com uma placa escrita 'SS Sonderkommando' - United States Holocaust Memorial Museum

Um dia após as comemorações dos 75 anos da libertação de Auschwitz, que ocorreu na última segunda-feira, dia 27, historiadores apresentaram fotos inéditas do campo de extermínio nazista de Sobibor — na Polônia ocupada pelos nazistas —, incluindo duas em que, supostamente, aparecem o notório guarda John Demjanjuk, apelidado de Ivan, o Terrível, que foi condenado em 2011 pela participação na morte de 28.000 pessoas durante a Segunda Guerra.

As raras fotos de Sobibor possibilitaram a descoberta de novos detalhes sobre o esquema de funcionamento do campo e de todas as atrocidades cometidas pelos nazistas lá, e em outros lugares.

Guardas nazistas descansando enquanto consomem bebidas alcóolicas e se divertem em Sobibor / Crédito: United States Holocaust Memorial Museum

 

As imagens, exibidas pelo museu da Topografia do Terror em Berlim, estavam sob posse do neto de Johann Niemann — ex-vice-comandante da SS — quando foram entregues ao Museu Memorial do Holocausto dos Estados Unidos.

Entre elas, por exemplo, é possível observar guardas nazistas descansando enquanto consomem bebidas alcóolicas e se divertem em Sobibor — há apenas alguns metros onde os judeus estavam sendo dizimados.

Há outras que também retratam os lugares que as vítimas com deficiência eram assassinadas, como parte do programa de “eutanásia” T4. As fotos também ajudaram a documentar a trajetória de Niemann, além de apresentarem imagens de outros campos, como Sachsenhausen e Belzec.

Johann Niemann montado em um cavalo, em Sobibor / Crédito: United States Holocaust Memorial Museum

 

O ex-vice-comandante nazista acabou sendo morto por um machado que havia sido empunhado por um prisioneiro judeu durante uma revolta em outubro de 1943. Tempos depois, os hitleristas demoliram o campo de Sobibor e plantaram pinheiros no local — como uma tentativa de apagar todas as evidências dos assassinatos em massa que fizeram no local.

Confira outras imagens divulgadas:

Parte do campo de Sobibor, em 1943 / Crédito: United States Holocaust Memorial Museum

 

Johann Niemann (centro) do lado de fora de um campo de extermínio T4, em 1940 / Crédito: United States Holocaust Memorial Museum

 

Pesquisador aponta para um homem que acredita ser Demjanjuk / Crédito: divulgação