Notícias » Estados Unidos

Jeff Bezos, CEO da Amazon, poderá ser o primeiro homem trilionário da História

O empresário teve um grande aumento nas vendas de on-line de sua empresa, devido à pandemia de coronavírus

Penélope Coelho Publicado em 15/05/2020, às 16h30

Fotografia de Jeff Bezos
Fotografia de Jeff Bezos - Wikimedia Commons

Durante o surto de coronavírus, boa parte das pessoas ao redor do mundo estão cumprindo uma rígida quarentena, por isso, é comum o aumento nas vendas por meio virtual. Desde o início da pandemia, a empresa americana Amazon, liderada por Bezos, vem crescendo em nesse quesito.

As ações da empresa apresentaram um aumento significativo na bolsa eletrônica da Nasdaq. O CEO da Amazon é uma grande aposta para se tornar o primeiro trilionário do mundo. Porém, especialistas alertam que isso ainda está um pouco longe de acontecer.

Para a consultoria americana Comparisum — que analisa dados de empresas que oferecem serviços on-line, Bezos pode alcançar esse marco até antes de 2026. A empresa considerou a média de aumento do valor de marcado e a receita divulgada pela Amazon, nos últimos meses.

Atualmente, o dono da Amazon já é o homem mais rico do mundo, com um patrimônio avaliado em 143,1 bilhões de dólares, cerca de 853,9 bilhões na conversão para o real.

A pandemia não atingiu os bolsos de Jeff Bezos, ao contrário do que vem acontecendo com a maioria das pessoas em todos os continentes. Se de fato, o empresário se tornar trilionário, seu patrimônio será maior do que o PIB de 179 países do mundo, que somam 3,4 bilhões de habitantes.