Notícias » Irã

Líder supremo do Irã pede retaliação do responsável pela morte de cientista iraniano

Mohsen Fakhrizadeh era o principal cientista nuclear do Irã, e foi morto em um atentado perto de Teerã na sexta-feira, 27

Giovanna de Matteo Publicado em 28/11/2020, às 11h45

O líder supremo do Irã, o aiatolá Ali Khamenei
O líder supremo do Irã, o aiatolá Ali Khamenei - Getty Images

Após a morte do cientista nuclear iraniano Mohsen Fakhrizadeh, o líder supremo do Irã, o aiatolá Ali Khamenei, declarou hoje, 28, a retaliação do responsável pelo assassinato, do qual ele acredita que tenho sido promovido por Israel.

O cientista tinha sido acusado quando ainda estava vivo, por Israel e outros governos como os Estados Unidos, de estar arquitetando um programa secreto do Irã para fabricação de armas e munições.

Agora, mesmo com sua morte, Khamenei alegou que o trabalho de Fakhrizadeh vai continuar em desenvolvimento. O assassinato que aconteceu na sexta-feira, 27, pode abalar as negociações do Irã com os Estados Unidos, cuja o presidente eleito Joe Biden tinha interesse de reviver.

Fakhrizadeh foi apontado pelo governo israelense como o principal responsável pela busca por armas nucleares. Ele foi morto em uma emboscada perto de Teerã, sendo atingido por tiros enquanto estava dentro de seu carro.