Notícias » Covid-19

Lucas Castellani faz ação e fica preso na África por variante do novo coronavírus

A convite das Nações Unidas e UNICEF para a África, Castellani pode não voltar para Miami ou Brasil tão cedo

Redação Publicado em 30/11/2021, às 17h12

Lucas Castellani
Lucas Castellani - Divulgação

Uma figura muito conhecida pelo universo da moda internacional, Lucas Castellani abraça cada vez mais importantes causas sociais. Nesta semana, o influenciador digital está na África a convite das Nações Unidas e UNICEF para colaborar com o andamento de projetos de saúde e educação para as crianças mais vulneráveis do país, no qual está à frente.

Há 3 anos, Lucas constrói um projeto com as Nações Unidas que pode oferecer um instituto completo para crianças albinas. A ideia é que elas tenham acesso a profissionais da dermatologia e oftalmologistas, umas das demandas mais carentes da região.

“Hoje eu finalmente consegui visitar e ver de perto todo o impacto do trabalho que fizemos ao longo dos anos. Mudamos a vida de crianças e famílias de albinos que, devido às condições de nascimento, tem muitos problemas com câncer de pele e também dificuldade na visão, o que deixa as condições deles muito mais difíceis”, disse Castellani. O influenciador também tem investido em educação para as crianças e provendo protetor solar para elas.

Nas redes sociais, Castellani registra a visita e comove internautas com a missão. Hoje ele não tem previsão para voltar para sua casa em Miami ou para o Brasil, devido ao surgimento de uma variante no novo coronavírus confirmado em regiões da Àfrica, batizada de Ômicron.

No aeroporto, ele espera por horas para conseguir um voo para casa. "Quando a gente pensa que tudo acabou... Não tem fim. Não sei se vou conseguir voltar pra casa", relatou.