Notícias » Estados Unidos

Morre Leanza Cornett, Miss América de 1993, aos 49 anos

A ex-apresentadora não teve o motivo da morte divulgada, mas estava internada desde o começo do mês após sofrer pancada na cabeça

Wallacy Ferrari Publicado em 29/10/2020, às 10h25

Leanza durante premiação em 1993 (esq.) e em programa de TV em 2015 (dir.)
Leanza durante premiação em 1993 (esq.) e em programa de TV em 2015 (dir.) - Divulgação/Instagram/thechatladies/13.09.2015

A modelo, apresentadora e atriz Leanza Cornett, vencedora o concurso de beleza Miss America em 1993, morreu aos 49 anos na madrugada desta quinta-feira, 29. A musa estava internada há 17 dias em decorrência de um acidente doméstico que resultou em um choque na cabeça, sem maiores detalhes revelados pela família.

De acordo com uma filial regional da Fox americana, a amiga Elizabeth Tobin Kirtz afirmou que Cornett sofreu uma lesão cerebral em decorrência de uma violenta queda na noite de 12 de outubro, sendo operada na manhã seguinte. Desde então, os médicos não puderam estimar o tempo de recuperação, com constantes descompressões para controlar os sangramentos e inchaço do cérebro.

O comitê organizador do Miss América divulgou uma nota lamentando o falecimento pelo Facebook, acrescentando que não tem informações sobre a causa da morte: "Leanza tinha um espírito brilhante e lindo, e uma risada contagiante. Sabemos o quanto ela significava para muitos, incluindo todos vocês. Estamos devastados".

Foi descoberta como modelo e atriz em 1991, quando foi a primeira intérprete live-action de Ariel, protagonista de A Pequena Sereia, em um espetáculo na Disneyland. Após vencer o Miss Florida em 1992 e o Miss América em 1993, Leanza foi a primeira rainha da beleza a se envolver em causas beneficentes a conscientização e prevenção da AIDS/HIV.