Busca
Facebook Aventuras na HistóriaTwitter Aventuras na HistóriaInstagram Aventuras na HistóriaYoutube Aventuras na HistóriaTiktok Aventuras na HistóriaSpotify Aventuras na História
Notícias / Filhote de leão

Mulher é presa após filhote de leão ser flagrado dando passeio em conversível

Imagens do leãozinho dando voltas pelas ruas de Pattaya, na Tailândia, em um carro conversível viralizaram nas redes sociais

por Giovanna Gomes

ggomes@caras.com.br

Publicado em 25/01/2024, às 10h35

WhatsAppFacebookTwitterFlipboardGmail
Filhote de leão foi flagrado dentro de automóvel - Divulgação
Filhote de leão foi flagrado dentro de automóvel - Divulgação

Uma mulher foi presa pelas autoridades tailandesas depois que seu filhote de leão foi flagrado dando voltas em um carro conversível Bentley pelas ruas de Pattaya.

Nas imagens, o filhote de leão, acorrentado, é visto na parte traseira do carro, observando a movimentação nas ruas enquanto transeuntes curiosos observam. A data exata do "passeio" não foi divulgada. Nesta terça-feira, autoridades tailandesas visitaram a residência da dona do filhote.

Segundo informações da BBC, o amigo da mulher, identificada como Sawangjit Kosoonnern, dirigia o Bentley e mantinha o felino em sua propriedade. Ele, que é do Sri Lanka, enfrentaria acusações por levar um animal selvagem a locais públicos, mas já deixou a Tailândia. A penalidade para esse delito é de até seis meses de prisão e uma multa de 50 mil baht (aproximadamente R$ 6,8 mil).

Irregularidades

De acordo com o portal O Globo, Sawangjit foi detida por irregularidades na aquisição do animal. Embora as leis tailandesas permitam que cidadãos possuam leões como animais de estimação, é necessário registrá-los.

A mulher afirmou às autoridades que comprou o filhote de leão de um tailandês na província de Nakhon Pathom, o que facilitou seu transporte até Pattaya. Contudo, as instalações onde o animal estava não foram devidamente verificadas, resultando na declaração da transferência e posse do leão como ilegais.

Sawangjit agora enfrenta acusações por posse de animal selvagem controlado sem autorização, sujeita a uma pena de um ano de prisão e multa de até 100 mil baht (cerca de R$ 13,7 mil). O homem que vendeu o animal também será responsabilizado por transportar um animal sem autorização.

Receba o melhor do nosso conteúdo em seu e-mail

Cadastre-se, é grátis!