Busca
Facebook Aventuras na HistóriaTwitter Aventuras na HistóriaInstagram Aventuras na HistóriaYoutube Aventuras na HistóriaTiktok Aventuras na HistóriaSpotify Aventuras na História
Notícias / Megalodonte

Caminhando em praia, mulher faz descoberta histórica relacionada ao temido megalodonte

Mulher fez descoberta fascinante sobre o tubarão pré-histórico, o megalodonte, enquanto caminhava com seu marido pela areia de Manasota Key

Redação Publicado em 03/12/2023, às 09h29

WhatsAppFacebookTwitterFlipboardGmail
O fóssil encontrado por Beth Orticelli e seu marido na Flórida, Estados Unidos - Reprodução/Redes Sociais/Facebook/Beth Orticelli
O fóssil encontrado por Beth Orticelli e seu marido na Flórida, Estados Unidos - Reprodução/Redes Sociais/Facebook/Beth Orticelli

Neste mês, nos Estados Unidos, Beth Orticelli, uma professora aposentada, encontrou um dente de um tubarão pré-histórico, o megalodonte. A descoberta aconteceu quando ela passeava em uma praia em Venice, na Flórida

Beth informou que o fóssilé do tamanho da palma de sua mão, e que um profissional independente estimou a idade em 2 a 24 milhões de anos. Com seu marido, eles encontraram a raridade parcialmente enterrada na areia de Manasota Key, enquanto caminhavam pela região. 

Segundo repercutiu o jornal O Globo, ao puxarem a descoberta, eles se surpreenderam pela condição do fóssil. Ao Newsweek, Beth disse: “Estávamos gritando como se tivéssemos ganhado a loteria.”

O Museu da Flórida relatou que os dentes de tubarão podem ser encontrados pelo estado, afinal, algumas partes da Flórida, durante milhões de anos, já estiveram submersas. Além disso, grande parte dos antigos dentes são descobertos em camadas de rochas sedimentares, que já constituíram o fundo de partes rasas do mar. 

Para o Newsweek o museu disse que lugares como praias e córregos são bons lugares para a procura de fósseis. Isso porque, nessas regiões, a água naturalmente desgasta a rocha onde estão contidos. Apesar disso, os peritos com quem Orticelli conversou disseram que "não tem como confirmar como o dente foi parar lá".

Nas redes sociais, aqueles que acompanham a professora sugeriram teorias de como o fóssil chegou na areia: alguém teria enterrado o dente como boa ação; o fóssil caiu após um mergulhador encontrá-lo ou a descoberta foi desenterrada em um sítio arquelógico perto de Venice e levado até a praia através de furacões e tempestades. 

Outros detalhes 

O tubarão pré-histórico, o megalodonte, conseguia chegar até 18 metros, e se tratava do rei dos oceanos durante o período Mioceno ao Plioceno, entre 2,6 e 20 milhões de anos atrás. Conforme o National Geographic, os animais dessa espécie habitavam mares tropicais e temperados de todos os continentes, com exceção da Antártica.

Receba o melhor do nosso conteúdo em seu e-mail

Cadastre-se, é grátis!