Notícias » Pré-história

Na falta de comida, alguns dinossauros teriam recorrido ao canibalismo, indica estudo

2 mil fósseis foram estudados e, entre eles, cerca de 700 apresentaram algum tipo de marca dentária proveniente de um Allosaurus

Nicoli Raveli Publicado em 28/05/2020, às 14h26

Imagem meramente ilustrativa de um Allosaurus
Imagem meramente ilustrativa de um Allosaurus - Divulgação

Um time de pesquisadores da Universidade do Tenessee foi responsável por uma grande análise. Nela, levaram em consideração dois mil fragmentos ósseos dos arquivos do Mygatt-Moore Quarry — um museu localizado no Colorado — e chegaram a conclusão de que, na falta de comida, dinossauros supostamente teriam recorrido ao canibalismo.

No estudo, os especialistas puderam identificar as marcas de dentes nos ossos de 150 milhões de anos e chegaram a conclusão de que aquilo fornecia excelentes evidências de hábitos alimentares incomuns.

Além disso, também perceberam que uma marca dentária era muito presente: em 684 fósseis, encontraram amostras da mordida de um terópode — como perfurações, sulcos, pontos e linhas espessas — supostamente proveniente de um Allosaurus.

“Os grandes terópodes não eram comedores exigentes, especialmente se precisavam de recursos”, afirmou Stephanie Drumheller, uma das pesquisadoras. De acordo com ela, o canibalismo estava definitivamente entre as atividades desses animais.