Notícias » África

No Quênia, girafas raras morrem eletrocutadas por cabos de energia baixos

Os animais estão ameaçados de extinção; empresa afirmou que substituirá postes de energia atuais por outros mais altos

Isabela Barreiros, sob supervisão de Thiago Lincolins Publicado em 22/02/2021, às 14h28

Girafa da espécie Rothschilds
Girafa da espécie Rothschilds - Wikimedia Commons

A BBC News noticiou um caso trágico que aconteceu hoje, 22, na área de preservação de Soysambu, em Nakuru, no Quênia. Três girafas de uma espécie que está ameaçada de extinção foram eletrocutadas e mortas por cabos de energia.

Os postes de energia estavam muito baixos para a altura das girafas, o que fez com que elas fossem atingidas por eles. A conclusão veio de representantes do Kenya Wildlife Service (KWS). 

De acordo com estimativas de conservacionistas do país, existem cerca de 600 girafas da espécie Rothschilds no Quênia, e menos de 1.600 na natureza no geral.

A empresa responsável pelos postes, a Kenya Power, afirmou que fará a substituição dos postes por outros mais altos, com o intuito de que as girafas consigam passar por eles com segurança.

Bernard Ngugi, CEO da empresa, afirmou em comunicado: “Lamentamos este incidente porque reconhecemos que a vida selvagem é parte integrante de nossa psique natural e cultural, e apreciamos o feedback compartilhado por várias partes interessadas sobre este assunto”.

O empresário também afirmou que a companhia "leva a sério qualquer acidente relacionado à eletricidade".