Notícias » Personagem

No Twitter, J.K. Rowling cumprimenta usuário que havia sido banido por transfobia

Mais uma vez, a autora de ‘Harry Potter’ teve o nome envolvido em polêmica; entenda

Redação Publicado em 25/04/2022, às 07h30 - Atualizado às 08h04

Fotografia de J.K. Rowling
Fotografia de J.K. Rowling - Getty Images

Na última semana a escritora J.K. Rowling, de 56 anos de idade, teve mais uma vez seu nome envolvido em uma polêmica relacionada à transfobia.

Na ocasião, a autora da famosa saga de livros ‘Harry Potter’ usou seu Twitter para cumprimentar um usuário da rede social que havia sido banido, após publicar que “preferia ter AIDS que apoiar a comunidade trans”.

Depois de o Twitter restaurar a conta em questão, J.K. escreveu “Bem-vindo de volta”. A atitude da escritora chamou a atenção e rendeu críticas. As informações foram publicadas no último domingo, 24, pelo jornal O Estado de São Paulo.

Histórico polêmico

Essa não é a primeira vez que Rowling se envolve em situações polêmicas, sendo acusada de transfobia. No ano de 2020, também através de seu Twitter, a escritora criticou o título da matéria ‘Pessoas que menstruam’ que tinha como objetivo ser inclusiva.

Tentando se justificar sobre o porquê em sua opinião apenas o termo ‘mulheres’ explicaria a quem o texto se referia, o posicionamento de J.K. foi criticado até mesmo por atores da saga Harry Potter.

"Se sexo não é real, não existe atração entre pessoas do mesmo sexo. Se sexo não é real, a realidade vivida por mulheres ao redor do mundo é apagada. Conheço e amo pessoas trans, mas apagar o conceito de sexo remove a habilidade de muitos discutirem suas vidas de forma significativa. Não é ódio dizer a verdade", escreveu a autora na época.