Notícias » Estados Unidos

Nos EUA, autoridades de saúde permitem que pessoas completamente vacinadas deixem de usar máscaras

As autoridades norte-americanas ressaltam que a recomendação é válida somente para quem já tomou as duas doses da vacina contra o novo coronavírus

Penélope Coelho Publicado em 14/05/2021, às 07h57

Fotografia ilustrativa de máscara
Fotografia ilustrativa de máscara - Divulgação/Pixabay

De acordo com informações publicadas na última quinta-feira, 13, pelo G1, os Centros de Controle e Prevenção de Doenças nos Estados Unidos, atualizaram as recomendações no país em meio à pandemia do novo coronavírus.

Segundo revelado na publicação, agora, pessoas que já tomaram as duas doses da vacina contra Covid-19 nos EUA podem ficar sem máscara em locais abertos ou fechados.

De acordo com a nova atualização, para aqueles que já estão completamente imunizados no país, também não é mais obrigatório manter o distanciamento social. Essa regra em especial, só não é válida quando há alguma norma específica que demande o contrário.

Para as autoridades de saúde, a nova decisão é considerada um divisor de águas na pandemia e demonstra um retorno gradual ao mundo como conhecíamos antes. Além disso, a medida pode servir de incentivo para aqueles cidadãos que se mostram receosos para se vacinarem.

Segundo informações publicadas na última quarta-feira, 12, pelo jornal The New York Times, na ocasião, cerca de 154 milhões de pessoas já haviam recebido ao menos uma dose da vacina nos EUA. E 117,6 milhões receberam a imunização completa.

Sobre a Covid-19

De acordo com as últimas informações divulgadas pelos órgãos de saúde, atualmente, os Estados Unidos registram 32,9 milhões de pessoas infectadas, e as mortes em decorrência da doença já chegam a 584 mil no país.  

Em 1º de dezembro de 2019, o primeiro paciente apresentava sintomas do novo coronavírus em Wuhan, epicentro da doença na China, apontou um estudo publicado na revista científica The Lancet em fevereiro deste ano.