Notícias » Estados Unidos

Obama afirma que democracia dos Estados Unidos está ameaçada por Trump

“Este governo mostrou que destruirá nossa democracia se for necessário para vencer”, afirmou o ex-presidente

Isabela Barreiros Publicado em 20/08/2020, às 15h01

O ex-presidente dos Estados Unidos, Barack Obama
O ex-presidente dos Estados Unidos, Barack Obama - Getty Images

Na segunda noite da Convenção Nacional Democrata, realizada pela primeira vez em formato virtual, o ex-presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, fez duras críticas ao atual líder do país, Donald Trump. Segundo ele, “este governo mostrou que destruirá nossa democracia se for necessário para vencer”.

Obama acusou Trump de tentar ocultar a votação nas eleições estadunidenses que deverão ocorrer em novembro deste ano. Durante todo o discurso, o ex-presidente usou a palavra “democracia” ao menos 18 vezes, apelo que marcou sua argumentação.

Para ele, as eleições, agora, não são sobre os vermelhos (republicanos) contra os azuis (democratas), mas sim sobre uma forte defesa à democracia estadunidense: “não os deixe tirar sua democracia”. “O que fizermos nos próximos 76 dias ecoará pelas gerações futuras”, afirmou.

O ex-presidente ainda alegou que, durante os quase quatro anos em que Trump ocupou o cargo de presidente, nunca levou seu trabalho a sério. E as consequências dessa irresponsabilidade foram milhares de mortes devido ao novo coronavírus e o aumento drástico do desemprego no país.

“Há quase quatro anos, ele não mostra interesse em se dedicar ao trabalho; nenhum interesse em encontrar um terreno comum; nenhum interesse em usar o incrível poder de seu cargo para ajudar ninguém além de si mesmo e seus amigos; nenhum interesse em tratar a presidência como nada além de mais um reality show que ele pode usar para obter a atenção que deseja. Donald Trump não cresceu neste trabalho porque não consegue”, disse.

Obama também fez elogios a Joe Biden, seu vice-presidente, que irá concorrer contra Trump nas eleições de novembro e à nova vice, Kamala Harris, senadora dos EUA.  “Joe e Kamala têm políticas concretas que transformarão sua visão de um país melhor, mais justo e mais forte em realidade. Mas, mais do que tudo, o que sei sobre Joe e Kamala é que eles realmente se preocupam com todos os americanos. E eles se preocupam profundamente com esta democracia”, declarou.

Concluindo seu discurso, o ex-presidente apelou à população: “não podemos deixar isso acontecer. Não os deixe tirar seu poder. Não os deixe tirar sua democracia. ”