Notícias » Personagem

Olavo de Carvalho morreu de Covid-19, diz filha

O escritor faleceu na noite da última segunda-feira, 24; em comunicado oficial, família não comentou a causa da morte

Pamela Malva Publicado em 25/01/2022, às 13h00

Trecho de vídeo do astrólogo em seu canal
Trecho de vídeo do astrólogo em seu canal - Divulgação / Youtube/ Olavo de Carvalho

Na madrugada desta terça-feira, 25, a família de Olavo de Carvalho anunciou a morte do escritor, que tinha 74 anos de idade. Agora, a filha do ensaísta, Heloísa de Carvalho, afirmou que seu pai morreu em decorrência do novo coronavírus, segundo a Folha.

Olavo morreu de Covid, não tem como eu sentir grande tristeza pela morte dele, mas também não estou feliz. Sendo sincera comigo e meus sentimentos", escreveu Heloísa, que já não tinha mais tanto contato com o pai.

Olavo estava internado em um hospital de Virginia, nos Estados Unidos, e morreu na noite da última segunda-feira, 24. Nesse sentido, conforme narraram os administradores de um grupo no Telegram — cujos membros são seguidores do escritor —, via Folha, ele teria sido diagnosticado com a Covid-19 ainda no dia 15 de janeiro.

É importante pontuar, no entanto, que, ao anunciar a morte do ensaísta, a família do escritor não comentou a causa de seu falecimento. Com dezenas de obras publicadas, Olavo de Carvalho deixa sua esposa, Roxane, além de seus oito filhos e 18 netos.

Diante da morte do escritor, o presidente Jair Bolsonaro se manifestou nas redes sociais, afirmando que Olavo era "um dos maiores pensadores da história do nosso país". Da mesma forma, o governo federal também lamentou o falecimento do escritor.

Em nota assinada pela Secretaria de Comunicação da Presidência (Secom) e pela Secretaria de Cultura, o governo classificou Olavo de Carvalho como um "intransigente defensor da liberdade".