Notícias » Ucrânia

ONG revela que quase 900 escolas foram destruídas na Ucrânia

Diretor da instituição internacional enfatiza importância da educação para "a sobrevivência e futuro das crianças"

Ingredi Brunato, sob supervisão de Thiago Lincolins Publicado em 05/04/2022, às 09h43

Civis ucranianos em local bombardeado
Civis ucranianos em local bombardeado - Getty Images

A Save the Children, uma ONG humanitária internacional, relatou na última segunda-feira, 4, que pelo menos 869 escolas ucranianas sofreram danos durante a guerra iniciada pelo governo russo, com 83 delas tendo sido totalmente destruídas. 

Como resultado, um total de 5,5 milhões de crianças teria ficado sem acesso ao direito fundamental da educação, de acordo com informações repercutidas pela ANSA. 

"A educação está sob ataque na Ucrânia. Todos os alunos e professores devem ser protegidos dos horrores desta guerra, pois as escolas devem ser locais de aprendizagem seguros para as crianças, sempre livres de ataques", afirmou Pete Walsh, que é o diretor da organização. 

"O ensino não pode e não deve ser deixado de lado em tempos de crise, é essencial para a proteção, sobrevivência e futuro das crianças”, completou ele. 

Vale lembrar aqui que, conforme as estimativas mais recentes da UNICEF, 60% de todas as crianças ucranianas teriam ficado desabrigadas durante o confronto militar. Dessas, 2 milhões fugiram do país, tornando-se refugiadas.