Notícias » Cuba

Operação Peter Pan: documentário investiga cruel episódio da Guerra Fria

Viabilizado pelo canal Curta!, o longa aborda o trágico plano que separou 14 mil crianças cubanas de suas famílias

Pamela Malva Publicado em 14/07/2020, às 16h14

Fotografia de crianças no aeroporto durante a Operação Pedro Pan
Fotografia de crianças no aeroporto durante a Operação Pedro Pan - Divulgação

Em meados de 1960, Cuba passava por um período de incertezas e de muita turbulência. Recém-saído de uma revolução armada, o governo de Fidel Castro se aproximava cada vez mais da União Soviética, em plena Guerra Fria.

O medo generalizado e a comoção pública, então, fizeram com que diversos boatos falsos ganhassem notoriedade. Foi assim que milhares de famílias cubanas acreditaram quando souberam que o governo planejava doutrinar suas crianças. Longe de casa, os pequenos seriam supostamente convertidos à ideologia comunista.

Dessa forma, com a ajuda do governo norte-americano, mais de 14 mil crianças e adolescentes cubanos foram enviados aos Estados Unidos. Sem passagem de volta, os jovens foram recebidos pela Igreja Católica de Miami.

Mulher com criança em aeroporto / Crédito: Divulgação

 

No episódio que ficou conhecido como Operação Pedro Pan (ou Operation Peter Pan, em inglês), a ideia era proteger os jovens da ameaça comunista. Motivado por um boato falso, no entanto, o plano apenas separou as crianças de suas famílias de uma forma dolorosa, que marcou a vida dos pequenos para sempre.

É exatamente esse o enredo de Operação Pedro Pan, um documentário produzido pela Grifa Filmes. Dirigido por Kenya Zanatta e Mauricio Dias, o longa promete abordar com detalhes o impacto da operação na vida dos 14 mil jovens arrancados de casa.

Através de imagens da época e de depoimentos verdadeiros, o filme ainda explica o contexto histórico da Guerra Fria e traz entrevistas com especialistas no assunto. Operação Pedro Pan estreia na sexta-feira, 17 de julho, às 22h30, no canal Curta!.