Notícias » Arqueologia

Ouro e artefatos valiosos de mais de 2 mil anos são encontrados no Cazaquistão

A escavação arqueológica, que começou em 2011, revelou cerca de 850 peças em um tesouro raro

Alana Sousa Publicado em 14/09/2020, às 15h00

Um dos ornamentos de arreio encontrado na escavação
Um dos ornamentos de arreio encontrado na escavação - Divulgação/Abdesh Toleubaev

Pesquisadores encontraram um valioso tesouro repleto de peças de ouro e arreios para cavalos em um túmulo próximo às montanhas de Tarbagatai, ao leste do Cazaquistão. A descoberta é o resultado de uma série de escavações que teve início em 2011, que já está sendo considerada uma das maiores missões arqueológicas do país.

O conjunto de relíquias inclui ornamentos dourados em forma de veados, grifos e leopardos, além disso, foram encontrados pingentes, correntes finas e apliques feitos de ouro. O achado, que está sendo chamado de complexo Eleke Sazy, conta no total com 850 fragmentos de adereços cerimoniais para cavalos.

Peças de ouro encontradas / Crédito: Divulgação/Abdesh Toleubaev

 

“O tesouro pertence ao estilo animal tardio da era cita-Saka e data de cerca dos séculos 4 e 5 a.C.. O objeto central é uma figura dourada de uma pantera, decorada com quatro sinos. O trabalho fino e elegante fala do alto nível de habilidade com joalheria dos antigos habitantes de nossa região ”, explicou Abdesh Toleubaev, chefe da escavação.

Na região ainda foi localizado um cemitério com muitos túmulos e objetos de cerâmicas. Também foram desenterradas ferrarias antigas e uma fundição, que eram usadas pelos antigos citas para fazer joias e armas.