Notícias » Vaticano

Padre acusado de estuprar adolescente é absolvido por tribunal no Vaticano

Gabriele Martinelli, padre de 29 anos, era julgado em primeira instância por estupro de um menor

Paola Orlovas, sob supervisão de Thiago Lincolins Publicado em 06/10/2021, às 16h16

Imagem ilustrativa da praça do Vaticano
Imagem ilustrativa da praça do Vaticano - Getty Images

Hoje, 6, foi anunciado pelo Tribunal Penal do Vaticano que os padres Gabriele Martinelli e Enrico Radice seriam absolvidos.

Gabriele era acusado de estuprar um menor de idade um ano mais novo enquanto estava em um pré-seminário na Cidade do Vaticano, e Enrico, seu superior, teria protegido ele sistematicamente. 

O pedido de seis anos de prisão para Martinelli havia sido feito pela promotoria em julho, junto com quatro anos para Radice por cumplicidade. Embora absolvidos dos crimes propostos, o tribunal prescreveu outros em seu veredicto final. 

Os crimes teriam se dado de 2007 a 2012, no pré-seminário São Pio X, dos 14 aos 19 anos de Gabriele, que foi ordenado sacerdote da cidade de Como, no norte da Itália em 2017, e hoje trabalha dentro de um centro para idosos.