Facebook Aventuras na HistóriaTwitter Aventuras na HistóriaInstagram Aventuras na HistóriaSpotify Aventuras na História
Notícias / Brasil

Papa afirma que 'violência contra mulheres é como uma ferida no corpo de Cristo'

A declaração do líder da Igreja Católica se deu na última terça-feira, 8

Redação Publicado em 09/02/2022, às 07h11

Papa Francisco, líder da Igreja Católica - Getty Images
Papa Francisco, líder da Igreja Católica - Getty Images

No Dia Mundial de Oração e Reflexão contra o Tráfico de Pessoas, que se deu na última terça-feira, 8, o papa Francisco abordou as inúmeras formas de violência sofridas por mulheres e meninas ao redor do mundo. Na ocasião, o pontífice fez um apelo para que também os homens lutem contra essas práticas.

"O tema nos convida a considerar a condição de mulheres e meninas submetidas a várias formas de exploração, inclusive por meio de casamentos forçados, escravidão doméstica e no trabalho", disse o líder religioso em mensagem de vídeo.

"Milhares de mulheres e meninas que são traficadas todos os anos denunciam as consequências dramáticas dos modelos relacionais baseados na discriminação e submissão", acrescentou. 

Em seguida, declarou que a "violência sofrida por toda mulher e menina é uma ferida aberta no corpo de Cristo, no corpo de toda a humanidade" e que também "diz respeito a cada um de nós".

Conforme informações da agência de notícias ANSA, Francisco ressaltou que "a organização das sociedades em todo o mundo ainda está longe de aceitar o fato de que as mulheres têm a mesma dignidade e direitos dos homens" e que é preciso se indignar contra as injustiças.

"Há muitas mulheres que têm a coragem de se rebelar contra a violência. Nós, homens, também somos chamados a fazê-lo, a dizer não a toda violência, inclusive contra mulheres e meninas", disse o pontífice.