Notícias » Religião

Pesquisadores acreditam que 'piscina' de 3 mil anos na Itália tinha uso religioso

A grande estrutura servia para refletir o céu e causar uma ilusão de ótica sobre o paraíso aos fiéis

Wallacy Ferrari, sob supervisão de Thiago Lincolins Publicado em 06/07/2021, às 17h26

Piscina da Idade do Bronze encontrada na Itália
Piscina da Idade do Bronze encontrada na Itália - Cremaschi et al, PLOS One

Um grupo de pesquisadores publicou um estudo comparativo de uma estrutura de madeira de aproximadamente 3 mil anos localizada na Itália,

De acordo com os estudiosos, se trata de uma 'piscina' infinita, capaz de espelhar o céu e ter um significado simbólico de espiritualidade, assim como o monumento de Stonehenge, na Inglaterra.

As informações, publicadas pelo portal LiveScience, atribuem a construção da estrutura entre 1436 a.C. e 1428 a.C., mesmo período onde uma grande mudança cultural no território amplificou a crença em rituais divinos.

Dessa maneira, o reflexo do céu causava uma ilusão de ótica na água, projetando aos ali presentes a impressão de que estariam no paraíso.

Escaneamento retrata o tamanho da estrutura da piscina / Crédito: Cremaschi et al, PLOS One

 

A estrutura foi originalmente descoberta em 2004, próximo ao município de Noceto, no norte da Itália, como um buraco de 12 metros de comprimento, sete de largura e mais três de profundidade.

Também contou com vigas de madeira e sedimentos que apresentavam sinais de deterioração por água — primeiro indício de que tratava-se de uma espécie de 'piscina'.

Agora, a compreensão do local como uma construção religiosa adiciona um novo significado, como contou Sturt Manning, co-autor do estudo, que teve sua fala repercutida pelo veículo LiveScience. 

"Era como uma piscina infinita, de certa forma, porque ficava no topo de uma colina; se você estivesse perto dela, olhando para ela, veria através da água e veria alguns dos potes e outros objetos que foram depositados cuidadosamente nele".

++Leia o estudo completo publicado na PLOS ONE clicando aqui