Notícias » Ásia

Pesquisadores descobrem fósseis de novo dinossauro herbívoro na China

A quantidade de fragmentos ósseos do 'Irisosaurus yimenensis' impressiona pela conservação e possibilita um mapeamento apurado do corpo

Wallacy Ferrari Publicado em 21/07/2020, às 07h10

Mapeamento do corpo do dinossauro com os ossos encontrados
Mapeamento do corpo do dinossauro com os ossos encontrados - Claire Peyre de Fabrègues et al.

Uma equipe de paleontologistas da China descobriu diversos fragmentos fossilizados de um dinossauro membro da família Sauropodomorpha, que viveu em nosso planeta há cerca de 195 milhões de anos, no início da Era Jurássica. Identificado como Irisosaurus yimenensis, as semelhanças com outros saurópodes explica que o animal pertenceu a um grupo de herbívoros de pescoço longo.

O esqueleto parcial foi descoberto em 2018 na formação Fengjiahe, próxima a aldeia de Zhanmatian, na China, sendo recolhido por pesquisadores da Universidade de Yunnan. A pesquisa, publicada na revista Scientific Reports, revela que o dinossauro tinha cinco metros de comprimento, com uma longa cauda, e se locomovia com duas pernas.

Os vestígios passaram por uma cuidadosa análise filogenética para confirmar se o animal não pertencia a sauropodan invés de sauropodomorphis, sem alteração. A espécie é irmã do Mussaurus, um outro sauropodomorphis herbívoro que viveu há cerca de 215 milhões de anos onde hoje fica a Argentina.

Lider da pesquisa, Claire Peyre de Fabrègues explicou a relação física do animal com outras espécies já registradas pela paleontologia: “O Irisosaurus yimenensis tem um plano corporal próximo ao dos chamados 'prosauropodes centrais', por ter, por exemplo, vértebras cervicais mais longas que a maioria das vértebras dorsais, membros anteriores graciosos, uma crista deltopeitoral que se estende pela metade do total comprimento do úmero e um complexo carpal-metacarpo único”.