Notícias » Escócia

Polícia da Escócia é condenada a pagar multa por atender chamado de acidente três dias depois

O caso aconteceu em 2015 e deixou duas vítimas fatais

Penélope Coelho Publicado em 08/09/2021, às 10h43

Imagem ilustrativa da polícia da Escócia
Imagem ilustrativa da polícia da Escócia - Getty Images

De acordo com informações publicadas na última quarta-feira, 7, pelo UOL, a Suprema Corte de Edimburgo, capital da Escócia, decidiu aplicar na polícia local uma multa de 100 mil libras, aproximadamente 700 mil reais, por negligência com vítimas de um acidente de trânsito, ocorrido em 2015.

Segundo revelado na publicação, há seis anos a polícia da Escócia recebeu um chamado para atender um acidente em uma rodovia próxima à Stirling. Contudo, na ocasião, o pedido não foi registrado pelas autoridades.

Somente três dias depois, a polícia chegou ao local, após alguém que passava pela região perceber a presença de uma mulher dentro do veículo e ligar para a emergência.

De acordo com a reportagem, a falha contribuiu para a morte das vítimas, Lamara Bell, de 25 anos e de seu namorado, John Yuill, de 28 anos.

Bell faleceu quatro dias depois do resgate, após sofrer desidratação grave e lesão cerebral. Já Yuill morreu no local.

Na ocasião, a família da jovem entrou com uma ação contra a polícia, a partir disso, investigações apontaram que Lamara, que deixou dois filhos, provavelmente teria sobrevivido se não fosse pela demora das autoridades.

Segundo revelado na publicação, a mãe da vítima, Diane, comemorou a decisão e afirmou que a filha finalmente “teve a justiça” que merece.