Notícias » Holanda

Polícia da Holanda detém suspeito de roubar raro quadro de Van Gogh

O homem ainda teria furtado uma pintura de Frans Hals, sendo que ambas as peças desapareceram de seus museus em 2020

Pamela Malva Publicado em 07/04/2021, às 12h40 - Atualizado às 12h40

Fotografia da pintura Jardim Paroquial de Nuenen, de Van Gogh
Fotografia da pintura Jardim Paroquial de Nuenen, de Van Gogh - Wikimedia Commons

No dia 30 de março de 2020, uma importante pintura de Van Gogh foi roubada do museu Singer Laren, na Holanda. Na última terça-feira, 06, então, a polícia do país prendeu o suspeito do crime, que também teria saqueado uma obra de Frans Hals.

Segundo informações do Estadão, o homem de 58 anos foi detido na manhã daquele dia, em sua casa em Baarn, município no centro da Holanda. A polícia, entretanto, ainda não conseguiu identificar o paradeiro de ambas as obras roubadas.

De acordo com os oficiais, as peças são o Jardim Paroquial de Nuenen, de Van Gogh, e Dois jovens rindo, de Frans Hals. A primeira, criada pelo pintor holandês em maio de 1884, foi avaliada pelo especialista Arthur Brand entre 1 milhão e 6 milhões de euros.

Participando das investigações, o profissional imagina que a obra de Van Gogh ainda exista. Isso porque, dois meses após o furto, Arthur recebeu duas fotos do quadro ao lado de uma edição datada do jornal New York Times.

Em comunicado enviado à imprensa, a polícia holandesa classificou a detenção do suspeito como uma “etapa importante” da onvestigação. "Os dois quadros ainda não foram encontrados após a detenção. A busca continua", finalizaram os oficiais.