Notícias » Ucrânia

Presidente ucraniano anuncia cessar-fogo temporário e pede que civis lutem

"As pessoas que puderem devem continuar lutando", disse Volodymyr Zelensky, referindo-se ao conflito contra a Rússia

Redação Publicado em 05/03/2022, às 11h00

O presidente Volodymyr Zelensky
O presidente Volodymyr Zelensky - Getty Images

O presidente ucraniano, Volodymyr Zelensky, confirmou neste sábado, 5, um cessar-fogo de cinco horas para que civis fossem retirados das cidades de Mariupol e Volnovakha. Contudo, solicitou a permanência daqueles que pudessem lutar por seu país. A evacuação acabou sendo cancelada horas depois por "questões de segurança".

"Conseguimos obter um acordo para fornecer assistência às cidades da Ucrânia que estão na pior situação, Mariupol e Volnovakha, e salvar crianças, mulheres e idosos, além de fornecer medicamentos e alimentos para aqueles que ficam", disse o político em discurso, conforme informações do UOL.

As pessoas dispostas a deixar esses lugares devem poder fazê-lo agora usando o corredor humanitário, mas as que puderem devem continuar lutando", declarou Zelensky.

De acordo com a fonte, o presidente ainda afirmou que a Ucrânia tem se esforçado para que o acordo de cessar-fogo funcione. "Veremos se podemos avançar ainda mais em nossas negociações com a Rússia", disse o líder ucraniano.