Notícias » Afeganistão

Primeira mulher a dirigir filmes no Afeganistão, Saba Sahar é baleada em atentado

Sahar é também atriz e ativista pelos direitos das mulheres; ela foi alvo ao sair de sua casa, na região oeste da capital Cabul

Vanessa Centamori Publicado em 26/08/2020, às 11h45

Youtube/Aziz b/Commissar Amanullah
Youtube/Aziz b/Commissar Amanullah - Saba Sahar no programa de TV Commissar Amanullah

De acordo com o site do grupo de comunicação inglês BBC, a atriz e diretora Saba Sahar foi vítima de um atentado, ao ser baleada em Cabul, no Afeganistão. Sahar foi a primeira mulher a dirigir filmes em seu país natal e tem 44 anos. 

Após sofrer o ataque, ela foi levada às pressas ao hospital, onde passou por uma cirurgia e encontra-se internada. À BBC, o marido da atriz, o produtor Emal Zaki, contou que a diretora estava indo viajar a trabalho quando homens não identificados miraram no carro onde ela estava. 

Zaki afirmou que os disparos ocorreram 5 minutos depois do veículo sair da residência deles. Ele ligou para a esposa depois de escutar os tiros, mas não houve resposta. A seguir, o produtor correu para o local, onde encontrou a mulher ferida de modo profundo no estômago. 

Também estavam feridos dois guarda-costas. O motorista do veículo onde estava Saba Sahar e uma criança ficaram ilesos. Por enquanto, nenhum grupo terrorista assumiu estar por trás do atentado.

Antes do incidente, Sahar costumava se envolver em ativismo e na luta pelos direitos das mulheres. Ela produzia com o marido programas de TV sobre justiça e corrupção; fazia também constantes críticas ao conservadorismo afegão e já havia sido ameaçada por extremistas.