Notícias » Mundo

Pelo menos 19 pessoas são mortas por disparos em universidade no Afeganistão

Um grupo de homens invadiu a feira de livros que estava sendo realizada no local, em que o embaixador do Irã no país, Bahador Aminian, estava presente

Isabela Barreiros Publicado em 02/11/2020, às 11h53

Momento do ataque na Universidade de Cabul, no Afeganistão
Momento do ataque na Universidade de Cabul, no Afeganistão - Divulgação/Twitter

Conforme noticiado pelo UOL, com informações da Reuters, pelo menos 19 pessoas morreram nesta manhã, 2, depois de um grupo de homens efetuar disparos na Universidade de Cabul, no Afeganistão.

No local, estava sendo realizada uma feira do livro. Estava presente na universidade o embaixador do Irã no Afeganistão, Bahador Aminian, que pode ter sido a principal causa do atentado. Não é a primeira vez que diplomatas iranianos são atacados no país. 

O porta-voz do ministério do Interior, Tariq Arian, afirmou: "Participaram três agressores. Um deles detonou os explosivos que transportava, os outros dois foram mortos pelas forças de segurança".

A Associated Press informou que ao menos 22 pessoas foram feridas durante o ataque. Em entrevista à Reuters, o universitário Fathullah Moradi disse que "eles estavam atirando em todos os alunos que viam". Ele explicou que conseguiu fugir por um dos portões da instituição.