Notícias » Ciência

Rara carta de Einstein de 1946 contendo equação da Teoria da Relatividade vai a leilão

A RR Auction, responsável por mediar os lances, estima atingir R$ 2,1 milhões com a venda

Wallacy Ferrari, sob supervisão de Thiago Lincolins Publicado em 17/05/2021, às 08h42

Fotografia foca em equação de Einstein na carta
Fotografia foca em equação de Einstein na carta - Divulgação / RR Auction

Um raro manuscrito de Albert Einstein contendo o único exemplo físico conhecido de sua Teoria da Relatividade Restrita, famosa pela equação E=mc², está sendo leiloada pela RR Auction, como informa a CNN Brasil. Trata-se de uma carta do físico destinada ao polonês-americano Ludwik Silberstein feita em 1946.

A casa de leilões conseguiu o documento junto a outros itens do acervo pessoal de escrituras de Einstein, proporcionando ofertas em folhas onde o pesquisador escreveu equações de campo gravitacional e até opinou sobre a ascensão de um político austriaco na Alemanha em 1934, posteriormente reconhecido mundialmente como Adolf Hitler, líder nazista.

A carta contendo a Teoria da Relatividade Restrita, no entanto, deve ser a mais cara; a casa de leilões estima alcançar aproximadamente US$ 400 mil (cerca de R$ 2,1 milhões na cotação atual), passando a receber ofertas até a próxima quinta-feira, 20.

Todos os outros documentos conhecidos contendo manuscritos da equação estão sob posse do Projeto Einstein Papers em Caltech e da Universidade Hebraica de Jerusalém.

No comunicado de anúncio da RR Auction, o presidente executivo da empresa, Bobby Livingston, explicou o motivo da estimativa alta de venda: "É uma carta importante do ponto de vista holográfico e físico, pois mostra o pensamento de Einstein sobre um dos mais básicos de todos os problemas físicos”.